Cinema V

Preciosa (“Precious: Based On the Novel Push by Sapphire”)

Sabe o tipo do filme incômodo, com uma carga de emoções muito forte? Esse é Preciosa… filme ao meu ver simples, muito perverso, muito cruel que mostra uma realidade não muito distante da nossa… uma realidade fria e nua, que toca nas feridas sociais existentes, que mexe com a nossa fragilidade humana. Preciosa na verdade é uma heroína sem saber, uma mulher forte sem entender, com todos os problemas familiares, todos os conceitos distorcidos, ela consegue sobreviver e o melhor, não deixar de sonhar! Acho que o filme comove por muita coisa sim, mais ao meu ver, principalmente pelo modo que a personagem principal lida com todos os acontecimentos, escrevendo tudo que sente e pensa, ou então através de seus pensamentos, que estão do início ao fim.

Minha Nota:  9.6


Vanilla Sky (“Vanilla Sky”)

O filme conta a história de David Aames (Tom Cruise), jovem rico, bonito, que tem tudo que quer e o que não quer, mas ao conhecer Sofia (Penélope Cruz), as coisas mudam de figura, e ele se apaixona logo de cara. Mas esse relacionamento, mexe com a amizade colorida dele,  Julie (Cameron Diaz), que usando uma desculpa de conversa com David, acaba provocando um sério acidente. A partir desse acontecimento, a vida de David se transforma num pesadelo sem fim, onde a realidade e sonho se confundem assustadoramente. Um filme especial, estranho, e muito, muito inspirador…. Vanilla Sky entra na nossa cabeça e faz uma verdadeira revolução de perguntas, muitas delas sem respostas!


Minha Nota: 9.0

Cinema IV

Cheech E Chong Atacam Novamente (“Cheech And Chong’s Next Movie”)

Imaginem só dois malucos enlouquecendo Hollywood…! As aventuras de Cheech e Chong são nesse estilo! Esses dois loucos aprontam tudo que podem e não podem pela cidade toda, carregando um saco cheio de maconha para todos os lados, deixando todos que conhecem em grandes apuros. O filme é cheio de piadas e coisas bem doidas, onde esses dois hippies só querem se divertir no estilo  “paz e amor”.

Não tem como não parar de rir do início ao fim!!!!!

Quer conhecer mais Cheech e Chong?  http://www.cheechandchongtour.com/splash.html

Minha Nota: 7.0


Juventude Transviada (“Rebel Without a Cause”)

O filme tem como temática central o conflito familiar de Jim Stark (James Dean), típico  jovem que não leva ofensas para casa , e que ao mesmo tempo, confronta sua familia por causa das atitudes de seus pais, e  acaba tomando o rumo errado na vida, se metendo em várias encrencas, e em uma dessas é preso. No distrito policial, enquanto sua familia tenta libertá-lo, tem contato com mais dois jovens, que assim como ele, enfrentam seus próprios conflitos familiares. A partir desse encontro, a vida deles tomará um rumo diferente, onde algumas situações terminaram com trágicas conseqüências.

O filme vale a pena não só pelo irresistível charme de James Dean, mas também pela história que traz a tona, problemas familiares presentes ainda hoje.

Minha Nota: 8.0

Cinema III

O Livro de Eli (“The Book of Eli”)

Não dá para comentar muito sobre o filme pois com certeza, cada um pode ter uma impressão diferente dele… mas ele possuí uma temática bem interessante, lembrando a todo momento o jogo Fallout (O jogo se passa no ano de 2277 na Washington D.C., em um mundo pós guerra, totalmente devastado por uma violenta e devastadora guerra nuclear entre os EUA e a China.) Bem, quem já jogou conhece….e sabe bem do que estou falando…
Para quem sempre vê filmes de ação com o Denzel Washington, sabe como ele é… nesse filme ele esta completamente diferente, está mais enigmático, mas dark… e ao meu ver foi bem interessante, pois é o tipo de personagem que você consegue perceber certas coisas, que não são ditas ao logo do filme e às vezes nem precisa… surpreendendo o público ao final…. No geral, o filme é normal… que toca para algumas coisas interessantes, dando alguns alertas bem reais ao nosso mundo, e dá a dica para uma “saída” de funcionamento para ele…  mas totalizando todas as boas cenas, a história e todo o resto, não consegue te envolver tanto, e você pode sair do cinema com uma sensação de ” Legal, mas só isso???” …. Mas é uma boa pedida para quem gosta de tema pós-apocalíptico.

Minha nota: 6.5

E Sua Mãe Também (“Y Tu Mama También”)

Achei o filme engraçado, não sei explicar bem o pq… em todo caso, a história é bem legal. É o tipo do filme feito para jovens, que todos podem ver(tirando os menores de 18 anos é claro!), mas é um filme que te prende, e te deixa curioso, acho que isso é tipico de filmes mexicanos(pelo menos, tem esse efeito sobre minha pessoa). Sua tematica esta centrada na vida de dois jovens, Tenoch(Diego Luna) e Julio (Gael Garcia Bernal), que são literalmente controlados pelos hormônios! Suas histórias estão diretamente entrelaçadas, a de seus amigos e pessoas próximas, vivenciando os desejos da vida adulta, ao mesmo tempo, com seus problemas, brigas e dilemas da juventude. A aventura desses dois amigos, contrasta com pequenas sutilezas do México atual, como sua cultura e pessoas, com um belo visual natural. Também não é o tipo do filme que dá para falar muito, senão perde a graça… rs

Mas é o típico filme, que traz a mensagem: “Viva a vida sem regras, ou pelo menos com menos possivel delas!”


Minha Nota: 7.0

A Justiça existe!

Durante essa semana, o Brasil inteiro praticamente parou… todas as pessoas que ainda buscam justiça, se juntaram aos que queriam de alguma forma obter essa mesma justiça, para outras pessoas…

O caso da menina Isabella, chocou a todos… mas não foi o único, já tivemos tantos outros, já nos chocamos por tantas coisas… mas sinceramente foi um alivio, saber que a justiça existe! Pode parece lenta… pode parecer não funcionar, como acontece realmente em alguns casos… mas pelo menos sabemos que ela existe e que pode ser buscada!!

“Vivemos numa época perigosa. O homem domina a natureza antes que tenha aprendido a dominar-se a si mesmo. ”  Albert Schweitzer

Cinema II

Ilha do Medo (“Shutter Island”)

O que poderia dizer mais? O filme realmente me contagiou! Não por só pelo meu interesse pelo assunto psiquiátrico, mas pelo modo como esse assunto foi executado. Sinceramente para quem convive, com essa realidade, sabe o que essas pessoas passam… abandono, tristeza, falta de motivação, preconceitos tanto fora, quanto dentro do próprio hospital, ou casa de repouso, como alguns chamam.

Leonardo DiCaprio estava ótimo! Se enquadrou perfeitamente no personagem, um policial da década de 50, que investiga o desaparecimento de um paciente na Ilha, e assim que chega a tal Ilha,  a história que começa estranha e cheia de mistérios e vai assim até o fim, impressiona muito os espectadores, com detalhes que as pessoas que não convivem com essa realidade, podem até ficar assustadas. E eu digo com todas as letras que Scorsese soube fazer isso muito bem! Pois falar sobre esse tema, qualquer um pode abordar, mas com uma trama bem elaborada, cheia de perguntas e cheia de peças que não se encaixam, fazem as pessoas prestarem mais atenção sobre tudo o que esta acontecendo sem perder um minuto se quer, para tentar esboçar qualquer possibilidade que possa, ocorrer com os personagens.

O tema central, do filme foi sobre a Lobotomia, um tema que me chama bastante atenção dentro desse mundo psiquiátrico, e sinceramente fiquei feliz de vê-lo ser bem explorado, mostrando o medo e todas as outras coisas que as pessoas devem pensar ou sentir quando sabem do que essa técnica se trata. Claro que de modo geral, a loucura foi muito bem relacionada, e os fatos que levaram a ela nos personagens que aparecem no filme, foi passada com bastante clareza e envolvimento.

No final das contas, o filme na minha opinião, foi muito bem tratado, e todas as peças muito bem embaralhadas! Scorsese realmente tem o dom de nos surpreender com coisas, fatos e sempre com aquela música de fundo, para dar mais mistério, e menos luz aos nossos possíveis palpites, mas sempre deixando pistas do que pode ou não acontecer!


Minha nota: 9.7

O Paraíso Existe!

e ele se chama Trindade!

De tudo um pouco….

Um post misto pode ser mais interessante…. vamos ver:

. Cinema:

O Lobisomem (“The Wolfman”)

O filme que é uma refilmagem do clássico de 1941, conta a história de uma maldição que cai sobre um homem(Benicio Del Toro ), que volta para sua cidade natal em busca do assassino do irmão, onde durante essa busca acaba sendo mordido por um lobisomen.  A história é contada no fim do século XIX, durante o período da Era Vitoriana, e conta com detalhes bem interessantes como o vestuário e dos movéis e os lugares que representam com bastante veracidade o período proposto. O filme contém bons efeitos especiais, além é claro da maquiagem, e das locações que foram muito bem escolhidas ao meu ver. Na minha opinião, não é um filme que pode enganar, pois o que ele propõe, ele consegue cumprir, coisa que é bastante dificil para alguns filmes, que é contar a história do personagem principal e seu fatídico drama, mas apesar de bons atores como Del Toro e Anthony Hopkins, o filme em si não consegue empolgar muito.

Agora fato bastante interessante foi abordar de forma menos fantasiosa possivel a Licantropia, como um caso psiquiátrico e de estudo de caso, coisa bastante frequente nessa época, onda a ciência borbulhava com suas novas experiências/resultados.  Bem o filme é legal, é vale a pena assistir pois chega dessa infestação de vampiros, né? “Vamos dar um pouco mais de valor aos filhos de Gaia!”

Minha nota: 6.2

. Futebol:

Botafogo

Bem o Botafogo de Futebol e Regatas, se consagrou como BiCampeão da Taça Guanabara! Coisa que se acontecesse com outros times cariocas, vide flamengo, seria considerado título, mas como foi o Bota, sempre rola essa desvalorização achando que o Bota é time pequeno, etc etc..Eu digo a vocês, que a história não é bem assim, pois apesar de todas as deficiências, o time fez seu trabalho, e conseguiu o feito sem ser favorito! Humildade é fundamental quando se trata de futebol, pois não se esqueçam que esse mundo guarda sempre grandes surpresas para os soberbos.

. Carnaval 2010:

Unidos da Tijuca

Pois é, depois de 74 anos sem títulos, a Unidos da Tijuca foi consagrada a grande campeã do carnaval carioca desse ano. Com seu misterioso enredo “É Segredo!”, a Tijuca mostrou logo pela comissão de frente, a que veio! E fez muito bonito, desbacando as favoritas ao título como a Beija-Flor e a Mangueira.  Eu diria que foi mais do que glorioso esse carnaval, foi espetacular! Muito inteligente, colorido, alegre e claro completo. Já estava mais do que na hora de acabar com o “quase”!

Parabéns!!!

. Rio de Janeiro:

Ou seria melhor da vergonha? Como deixam um criminoso em regime semi-aberto, depois de ter matado uma criança inocente? Será que se fosse com um filho de alguém importante do estado, ou do resto do país, as autoridades iriam olhar para o caso com mais cuidado? Quantos João’s Helio, precisam morrer de maneira estupida, para que haja justiça? Quantas maldades precisam acontecer, para que as pessoas aprendam que a justiça precisa existir?  Infelizmente tudo isso parece uma piada, ou mais um número sem sentido para as famosas estatísticas…

O que esses políticos fazem tanto que não se resolve nada? Não consigo entender isso! Juro! E ainda esse ano, como ano eleitoral, vai começar toda aquela abobrinha que já estamos acostumados… Será que o povo não percebe que o poder estar em suas mãos? Pois sem o povo, esses caras não estariam onde estão, e não gastariam nosso dinheiro em coisas totalmente inúteis!!

Cadê as melhorias no transporte público Senhor prefeito?  Tudo está uma porcaria e caro!  R$2.35 no ônibus? R$ 2,50 no trem? R$ 2.80 no metrô? Para passar mal, para não ter certeza se vai chegar no trabalho ou se vai voltar para casa bem?  Tudo está caro demais, sem melhorias e nem sinais dela. Será que o Senhor prefeito já foi na Central no horário de pico quando o pessoal volta para casa e viu as condições que as pessoas vão e vem todos os dias? Será que o Senhor prefeito teve a mínima curiosidade para saber o quanto o metrô demora, e as pessoas passam mal sem ar condicionado e com fungos?


Brasil mostra a sua cara!!